A paixão de Cristo dos bonecos gigantes de Olinda

18/06/2020

Bonecos gigantes brigam pelo papel principal da representação.

A bonecada teve uma ideia bastante criativa e inusitada: fazer A Paixão de Cristo dos Bonecos Gigantes de Olinda. Mas pense na confusão que foi!

Todo mundo queria fazer o papel principal de Cristo: Carlitos de Olinda, O Famosinho, O Barão de Água Preta, O Luxuoso e até O Tarado da Sé. Mas como antiguidade é posto, o escolhido foi o Homem da Meia-Noite.

Os bonecos, inconformados, criticaram a escolha:

- Com 87 anos o grandão tá mais pra bisavô de Cristo. Brincou O Garoto do Bonsucesso.

- Nunca vi Cristo de Cartola. Protestou O Cornélio de Paudalho.

- Velhinho do jeito que tá, não me espanto nada se ele cair da cruz. Ironizou O Fodão.

O Menino do Beco, chateado, pegou o beco. Mas sem querer fazer trocadilho, e já fazendo: nem Jesus Cristo agradou a todo mundo, não é verdade!?

Outro estresse foi a escolha de quem faria o papel de Maria, mãe de Jesus. Eram várias as candidatas gabaritadas: A Menina de Rio Doce, A Garçonete de Olinda, Pérola Negra e até A Bruxa. Mas em razão dos fortes laços de amizade existentes entre A Vaidosa e o narrador dessa história, ela foi a escolhida

Mais uma vez choveu protestos:

- Teve maracutaia. Gritou A Bela da Tarde.

- Vamos pedir o impeachment do narrador. Bradou a Bonitona da Beira Rio.

- Ixi, pode não. Essa boneca é muito amostrada. Reclamou A Menina da Tarde.

Para dirigir a peça foi escolhido o John Travolta. Haja vista a sua performance nos Embalos de Sábado à Noite e No Tempo da Brilhantina.

Avacalhando a filmografia do cabra, a gigantada mais uma vez caiu de pau:

- Só espero que ele não bote a gente pra dançar "Stayin Alive, do Bee Gees". Satirizou o Menino do Rosário.

- A Olivia Newton-John já chegou? Brincou o Carteiro de Olinda.

- Será que vai rolar aquela dancinha ridícula do bracinho pra cima? Gracejou A Bela da Tarde.

Escolha fácil foi a de quem faria o papel de Maria Madalena. Por aclamação, a escolhida foi A Dama da Noite. Mas aí ela queimou ruim:

- Que discriminação é essa de me botar pra fazer papel de prostituta? Foi por causa do meu nome ou da minha cara?

- Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. A bonecada toda caiu na gargalhada.

Feito o showzinho, ela pagou de doida, e disse que o papel estava sob medida.

Aí veio a escolha mais complicada de todas. Quem faria o papel de Judas? Tentando ser democrático, o diretor disse:

- Quem quiser ser Judas dê um passo a frente.

Todos os grandões, ao mesmo tempo, deram dois passos para trás. Até pareciam que estavam dançando "Moonwalker, do Michael Jackson".

- Assim fica difícil. Reclamou o diretor.

Foi aí que O Fiel do Varadouro teve uma ideia brilhante:

- Vamos usar o critério da aparência. Quem for mais parecido com Judas, fica com o papel.

Não deu outra. Sobrou para O Barba Papa.

Elenco escalado, personagens posicionados... começou o ensaio.

A estreia da peça será nessa sexta-feira santa. Todos os humanos estão convidados. Mas desde que compareçam munidos de amor, tolerância, solidariedade e bom humor.

Uma feliz páscoa para todos!!!

______


Criação: Edmilson Nascimento

Publicação original: 19/04/2019